© 2017 por Timepress Comunicação e Conteúdo

Locação de equipamentos leves e ferramentas mostra recuperação

October 5, 2018

#locacao   #rental   #construcao   #equipamentos 

De acordo com entidades setoriais, a retomada de locação dessas linhas é realidade em regiões como São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás

Em São Paulo, há um mercado novo de locação de ferramentas com nítido crescimento, especialmente no segmento de retrofit (processo de recuperação e modernização de algum empreendimento considerado ultrapassado) e recuperação de fachadas. A maior parte das empresas de locação de pequeno porte está se mantendo com esses trabalhos, muito realizados em condomínios.

 

De acordo com Ronaldo Ertel, presidente da Associação Brasileira dos Locadores de Equipamentos e Bens Móveis (ALEC), a expectativa é que após as eleições haja uma retomada em especial no segmento de ferramentas.

 

Melhor que 2017

 

No Rio de Janeiro, embora o mercado ainda esteja numa condição muito difícil, a locação para equipamentos de linha leve já vive um momento melhor que em 2017. “Hoje, há 50% de ocupação dos equipamentos dessa linha”, explica Sebastião Lucas Rentes, presidente do Sindileq/ RJ. “Mas a locação de máquinas pesadas continua estagnada. Houve redução drástica de faturamento e muitos fornecedores estão receosos de fornecer produtos para os locadores do Rio de Janeiro. Algumas empresas acabaram mudando de segmento ou desviaram o foco da locação para poderem sobreviver. Soma-se a tudo isso um elevado índice de criminalidade”, relata.

 

Lúcio Girundi, do Sindileq/ GO, acrescenta que na região de Goiás estão sendo lançados muitos projetos na área da construção civil. Em 2018 são 36 lançamentos de edificações realizados pelo setor privado, o dobro do que foi lançado em 2017. “Isso tem significado uma tendência forte de crescimento para locação de equipamentos da linha leve. Contudo, a locação da linha pesada ainda está estagnada”, reforça Lúcio.

 

De acordo com ele, alguns associados do Sindileq-GO já informam melhora na locação da linha leve e a perspectiva de demanda para 2019 é positiva. “Hoje o mercado goiano entrou em estabilidade na área da locação. As vendas de ferramentas elétricas e compactadores começaram a subir”, arremata.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

6 principais motivos para você participar do 6º Congresso Nacional Valorização do Rental

May 17, 2018

1/7
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo